Como a gratidão impacta nosso bem-estar?

Papel com escrito "Thank You" em cima de uma superfície, com flores e caneta ao lado. Indica gratidão. Créditos: Pexels.

Há poucas semanas de iniciar um novo ano, sentimentos como gratidão e desejo de mudança vêm à tona.

Entretanto, o que boa parte das pessoas não pratica, mas que faz toda diferença no dia-a-dia, no bem-estar, no autoconhecimento É A GRATIDÃO DIÁRIA!

Um dos meus rituais matinais mais sagrados é justamente separar um tempinho para agradecer por todas as coisas, pessoas e situações as quais eu sou grata naquele momento.

Não à toa, centenas de cientistas no mundo todo dedicam-se a estudar os benefícios da gratidão para o ser humano e como praticá-la para colher os bons frutos desse hábito.

Pesquisas comprovam: a gratidão faz bem!

Recentemente, em um artigo, a Universidade de Berkeley listou 06 novos estudos que indicam as vantagens da gratidão e como incluir em sua rotina.

Dentre estas pesquisas, alguns hábitos indicam excelentes resultados no bem-estar do ser humano, tais como:

  • Escrever uma carta com agradecimentos;
  • Expressar publicamente algo pelo que você é grato;
  • Baixar um App de Gratidão (sim, ele existe!);
  • Praticar meditação.

Nesse sentido, indicando estas práticas, as pesquisas também mostraram que as pessoas, após praticarem a gratidão, sentem-se mais positivas, leves e enérgicas para conquistarem seus objetivos.

Portanto, ser grato é ser gentil consigo mesmo, com as pessoas com as quais você se conecta e com a vida!

Em resumo, acordar todos os dias já é motivo suficiente para agradecer mais uma oportunidade de fazer as coisas acontecerem.

Você tem sido grato por tudo que está conquistando? Você agradece pelas conexões que faz?

Leia o artigo completo em: https://greatergood.berkeley.edu/article/item/six_new_studies_that_can_help_you_rediscover_gratitude

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×